Entrada
Entrada
O Centro
Investigação
Investigadores
Actividades Destaques 2015-2018 2014-2011 2010-2007 2006-2003 2002-1999
Formação
Publicações
Biblioteca
Redes Internacionais
Recursos Electrónicos
Call for Papers
Boletim
Ligações úteis
Contactos

English VersionCEC no FacebookCEC no YouTube
Entrada seta Actividades seta 2014-2011 seta Curso pós-graduado de especialização em Inter-Artes, Cultura e Comunicação

Curso pós-graduado de especialização em Inter-Artes, Cultura e Comunicação

Organização: Centro de Estudos Comparatistas, FLUL.
Leccionado por: Susana Araújo, Manuela Carvalho, Daniela Di Pasquale, Felipe Cammaert e Francesca Negro.
Inscrições até 9 de Setembro
Formulário de Inscrição


Image


Curso pós-graduado de especialização em Inter-Artes, Cultura e Comunicação

 
     Este curso visa fornecer conhecimentos em Inter-Artes, área privilegiada dos Estudos Comparatistas, na sua intersecção com os estudos da Cultura e da Comunicação.
     Vivemos cada vez mais num mundo dominado por redes comunicacionais e culturais transversais, caracterizadas por novas mediações tecnológicas, com dinâmicas diversas e modalidades diferentes de criação, produção, recepção e de experiência cultural, estética e mediática. Pretende-se, assim, fomentar uma reflexão em torno da materialidade e medialidade das práticas culturais e artísticas contemporâneas, tendo em conta alguns dos aspectos observáveis da ruptura de fronteiras entre diferentes formas de artes, nomeadamente a hibridez, a performatividade, a arte multimédia e a estetização do quotidiano.
     Adicionalmente, e tendo em conta que as artes são um meio de comunicação e de produção de informação, esta formação pós-graduada procurará questionar campos recentes no âmbito das ciências cognitivas que enfatizam a intersecção entre as várias artes e como processo de percepção intimamente ligado com formações culturais.
     Em termos práticos, tenciona-se fornecer instrumentos de análise e de leitura do mundo que nos rodeia, partindo quer da análise de conteúdos teóricos, quer através de uma leitura atenta do papel das artes e da cultura na sociedade actual, na sua relação com o homem como entidade activa do processo cultural.
     Assim, este curso é composto por 5 seminários de pós-graduação obrigatórios, fornecendo uma visão conjunta das várias componentes científicas e questões acima referidas.

Objectivos:

Diferenciando-se pela ênfase concedida às áreas consideradas basilares deste curso - Inter-Artes, Cultura e Comunicação, esta pós-graduação propõe-se:

• Redefinir o papel das artes e oferecer novas aplicações dos Estudos Artísticos no âmbito da comunicação e da formação;
• Estimular os participantes para um alargamento das perspectivas relativas à produção artística, bem como à fruição dos seus produtos. Este objectivo será atingido através da exploração de técnicas artísticas e de comunicação, estudos cognitivos, análise de diversas formas de arte e performance artística contemporâneas;
• Formar futuros profissionais para o exercício de actividades criativas e culturais, através da consolidação de competências criativas, capacidade de inovação em comunicação e uma abordagem multidisciplinar das várias expressões artísticas.


Destinatários:
Licenciados; profissionais com experiência na área de gestão cultural ou de actividades artísticas e culturais.

Duração:
O curso tem a duração de 2 semestres. O número total de créditos a obter é de 60.


Critérios de avaliação:
A avaliação dos alunos traduz-se no seguinte sistema de classificação: trabalho final por seminário, classificação de zero a vinte. A classificação final do curso é a média das classificações obtidas nos cinco seminários de pós-graduação.

Candidaturas:
As candidaturas estão abertas até dia 9 de Setembro.
As candidaturas fazem-se na Repartição de Serviços Académicos, mediante entrega de um formulário de candidatura próprio. O formulário deve ser acompanhado dos seguintes documentos: i) Declaração de objectivos (máx. 1 pág. A4 dactilografada); ii) Curriculum Vitae; iii) Lista de cadeiras feitas; iv) Certidão de Licenciatura; v) Outros diplomas ou certidões; vi) Documento de Identificação; vii) uma fotografia; viii) Outros documentos julgados relevantes. 
A taxa de candidatura é de € 50,00 por curso.


Selecção de candidatos:
A coordenação do Curso seleccionará os candidatos com base nos seguintes critérios:
- Currículo académico;
- Qualificação e experiência profissional;
- Entrevista com o candidato, se tal se revelar necessário.

Número de Vagas:
O Curso funcionará com um número mínimo de 8 participantes e um máximo de 25.

Plano Curricular:

 

         1º Semestre

Unidades curriculares Créditos

Comunicação Artística 12
Performance e Espaços da Contemporaneidade 12
Literatura como Espaço Diacrónico: a Cidade 12
TOTAL 36

            2º Semestre

Unidades curriculares Créditos Observações

Intertextualidades em Cena: teatro intercultural e inter-artes no século XX 12  
(In)Seguranças: Depois do 11 de Setembro 12 Seminário em colaboração com o Programa em Estudos Comparatistas
TOTAL 24  

Seminários

Performance e os Espaços da Contemporaneidade
Docente: Manuela Carvalho
Horário: 3ª feira, 16:00-20:00

Os Estudos da Performance têm uma longa história de relações com as artes visuais e os media. Desde as várias práticas teatrais, rituais, festivais, até às mais recentes performances multimédia e instalações, encontramos um campo de análise rico e que nos permite explorar questões relacionadas com a percepção e experiência. Tomando o espaço urbano como espaço da contemporaneidade por excelência, este seminário pretende analisar um conjunto de objectos, modos de expressão cultural, e práticas artísticas contemporâneas, desde vídeo, documentários, fotografia, arquitectura, cenografia, instalações e performances urbanas (parkour, graffiti, skateboarding, space hijacking e flash mobs...), relacionando-os com teorias e políticas de produção de espaço e do quotidiano e teorias de cultura visual. Alguns artistas que serão alvo de estudo são Sophie Calle, Rachel Witheread, Banksy, Christo, Richard Wentworth, Janet Cardiff, os Gémeos, Joana Vasconcelos, Marta Traquino, Sérgio Tréfaut, Gabriela Vaz-Pinheiro, entre outros.

Comunicação artística
Docente: Francesca Negro
Horário: 5ª feira, 16:00-20:00

No mundo actual o êxito das tentativas de comunicação e compreensão dependem da capacidade duma leitura correcta das solicitações sempre mais complexas que chegam do exterior: descodificar e formular mensagens de natureza pluriforme ou híbrida, reconhecer e analisar os instrumentos retóricos aplicados em todos os sistemas de passagem de informação e desconstruí-los é uma necessidade no âmbito da formação bem como no da comunicação. Este seminário visa introduzir e analisar as estruturas psico-cognitivas empenhadas na produção artística e despertadas pela fruição da arte, uma vez que esta tem um papel fundamental na estruturação e formalização do pensamento individual colectivo. Vamos reflectir sobre o papel da arte na representação do homem perante a sociedade e perante si próprio e, através da análise de processos e obras artísticas, vamos aprender como dirigir a comunicação artística para finalidades específicas.

Literatura como espaço diacrónico: a cidade
Docente: Felipe Cammaert
Horário: 6ª feira, 16:00-20:00
 
Partindo de um conjunto de textos literários contemporâneos que contêm uma reflexão sobre a cidade, estudaremos a representação da temporalidade no espaço urbano sob uma perspectiva inter-artes. Consideraremos a cidade como um espaço de memória em que confluem múltiplas formas de recordação, fazendo com que a literatura apareça como um espaço diacrónico por excelência. O imaginário da cidade tem sido objecto das mais variadas expressões literárias. Por um lado, a cidade como o ponto de confluência de uma memória autobiográfica ligada à formação da escrita (Istambul, Orhan Pamuk). Por outro, a cidade como representação da modernidade e das múltiplas flâneries intelectuais à volta da literatura que ela abriga (Dublinesca, Vila-Matas). Finalmente, a cidade na sua capacidade de conter a memória da guerra colonial e dos traumatismos ligados ao deslocamento do indivíduo (Os Cus de Judas, O Esplendor de Portugal, Lobo Antunes). A experiência urbana aponta, deste modo, para a constituição de topografias romanescas, nas quais o imaginário da cidade leva implícita um questionamento das suas fronteiras espaciais e temporais.

2º SEMESTRE

Intertextualidades em cena: teatro intercultural e inter-artes no século XX
Daniela Di Pasquale
Horário: 2ª feira, 16:00-20:00

No século XX, a especificidade da representação cénica, onde a palavra ganha tridimensionalidade e o corpo se torna voz, e tendo em conta o carácter dual da comunicação teatral, onde o choque entre texto dramático e a sua encenação permite processos interpretativos e transformacionais sempre novos, encontram na contaminação diatópica (entre as culturas) e diamésica (entre as artes) a sua fonte principal de criatividade. Neste seminário serão portanto examinadas as relações inter-genológicas e interculturais que permitiram aplicar também ao campo teatral conceitos como intertextualidade, tradução e apropriação cultural. Em particular, para a contaminação entre géneros, serão analisados exemplos de convergência entre teatro e pintura e entre teatro e cinema; para os processos de transferência cultural entre contextos, reflectir-se-á sobre casos específicos de exotização do teatro ocidental. Tópicos e autores principais: o movimento futurista, Gabriele D’Annunzio, Luigi Pirandello, Antonin Artaud, Brecht, Peter Brook, Grotowski, teatro euroasiano, Eugenio Barba.

(In)seguranças: Depois do 11 de Setembro
Docente: Susana Araújo
Horário: a anunciar

A 11 de Setembro de  2011 completam-se 10 anos sobre o ataque terrorista ao World Trade Center em Nova Iorque. O objectivo deste seminário é apreciar criticamente as consequências deste evento nos contextos artístico, cultural e político dos últimos oito anos nos EUA, nos países ocidentais e em várias línguas e média. Estarão em foco, entre outros, autores como Don DeLillo, John Updike, Ian McEwan, Joseph O’Neill, Michael Cunningham, Susan Sontag, Susan Faludi. O programa será dividido em módulos em que colaborarão vários docentes e explorará vários tópicos (terror e sua manipulação, trauma, segurança e políticas securitárias, etc).


Docentes:

Daniela Di Pasquale
Licenciada em Letras Modernas pela Universidade de Milão (2002) e Doutora em Literaturas Comparadas pela Universidade de Génova (2006), é desde 2007 bolseira de pós-doutoramento no Centro de Estudos Comparatistas da FLUL, onde desenvolve a sua investigação no âmbito das relações intertextuais entre literatura italiana e literatura portuguesa, nomeadamente no estudo da recepção de Dante Alighieri em Portugal. A partir da sua tese de doutoramento, posteriormente publicada pela editora Aracne de Roma (Metastasio al gusto portoghese, 2007), os seus interesses têm-se centrado também nas questões ligadas ao cruzamento entre Estudos de Teatro e Estudos de Tradução. Membro do Projecto TETRA (Teatro e Tradução: para uma história da tradução de teatro em Portugal, 1800-2009), organizou dois workshops e um curso livre em tradução teatral. Escreveu diversos artigos sobre este tema, publicados em revistas nacionais e internacionais.

Felipe Cammaert
Doutor em “Langues, littératures et civilisations romanes-Portugais et Littérature comparée” da Universidade Paris X-Nanterre. Membro Pós-doutorando do Centro de Estudos Comparatistas da Universidade de Lisboa. Desenvolve o seu trabalho sobre as representações da temporalidade na literatura contemporânea (Lobo Antunes, Simon, Faulkner, Carpentier). A sua Tese de Doutoramento, sobre a escrita da memória em António Lobo Antunes e em Claude Simon, foi publicada em 2009 pelas edições L’Harmattan (Paris). Tem participado nomeadamente, com apresentação de comunicações, nos colóquios internacionais sobre António Lobo Antunes. Em 2009 organizou, com o apoio do Centro de Estudos Comparatistas, a Jornada Comemorativa António Lobo Antunes: a arte do romance, cujas actas serão publicadas em breve nas Edições Dom Quixote.

Francesca Negro
Doutorada em Literatura Comparada e investigadora de pós-doutoramento em Literatura Comparada com o projecto: A pele doméstica: o espaço da intimidade na literatura contemporânea. Participa no projecto Lisbon-Log e interessa-se pelos Estudos Comparados Inter-Artísticos ligados ao tema do espaço e da cidade. Neste âmbito desenvolveu a sua pesquisa sobretudo no âmbito do cruzamento entre a literatura e as artes figurativas e do espaço e a ciências cognitivas. Colabora com o Instituto de Urbanismo de Paris e é membro do Centro de Estudos Comparatistas.


Manuela Carvalho
Investigadora Auxiliar no Centro de Estudos Comparatistas da Universidade de Lisboa. Coordena um projecto de investigação na área da tradução e recepção teatral – TETRA  (Teatro e Tradução): para uma história da tradução teatral em Portugal, 1800-2009 – ,  financiado pela FCT (Fundação para a Ciência e Tecnologia). Desenvolve o seu trabalho na área dos estudos inter-artes, estudos de teatro e performance.

Susana Araújo
Investigadora Auxiliar no Centro de Estudos Comparatistas da Universidade de Lisboa, onde desenvolve pesquisa e contribui como docente para o Programa em Estudos Comparatistas. Coordena o projecto City and Insecurity in Literature and the Media, financiado pela FCT, que examina, de uma perspectiva comparatista, a forma como noções de segurança são representadas na Europa e nos EUA. Entre os seus interesses de investigação contam-se representações literárias e culturais contemporâneas, mais especificamente intersecções entre a literatura, política e cultura visual. É co-organizadora do livro Trans/American, Trans/Oceanic, Trans/Lation: Issues in International American Studies (2010). Foi recentemente organizadora de um número especial da sobre "Terror e Segurança" (2008/2009). Tem trabalho publicado em periódicos internacionalmente reconhecidos como a Atlantic Studies, Symbiosis, Studies in the Novel, Women's Studies, Critical Survey.






| Imprimir | Adicionar aos Favoritos |

Centro de Estudos Comparatistas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
conteúdos: © 2006 - 2019, Centro de Estudos Comparatistas
textos assinados: © autor respectivo